PEC 534 APROVADA JÁ!!!

PEC 534 APROVADA JÁ!!!

quinta-feira, 30 de junho de 2011

Novela da globo discrimina e menospreza guardas municipais e policiais militares

Ontem dia 29 de junho a novela insensato coração mostrou a cena do delegado descriminando tanto os guardas municipais quanto os policiais militares, dando ar de inferioridade das ambas instituições. as quais merecem respeito assim como a própria policia federal e as demais instituições policiais do Brasil.
Num momento critico que a segurança publica no nosso país vem passando é inaceitável que uma empresa como a globo venha atraves de suas telenovelas cheias de mas intenções deixando esses profissionais que já trabalham tanto por tão pouco, sendo assim tão desvalorizado pelos governantes, de modo que novelas como insensato coração que de certa forma influenciam e muito uma boa parte da sociedade, colocando instituições que merecem respeito como bandidos. é triste ver e saber disso! novelas que fazem de bandidos e prostitutas como heróis, e policiais verdadeiros heróis como bandidos, isso é triste e acaba afetando muito os policiais da guarda municipal mesmo tão afastados dos grandes centros ou capitais que é justamente o caso de Maracás onde um cena rápida já está trazendo sérios problemas os guardas municipais desta cidade, que logo após esta cena viraram motivo de chacota e descriminação.
Já vimos outras novelas onde a globo colocou um personagem da guarda municipal como um marido traído onde a sua mulher  lhe dava leite para dormir e ela o trair, e ainda na novela das setes morde e assopra colocaram um sargento que é na verdade um palhaço onde todo mundo desfaz do mesmo, com seu uniforme de cor azul fazendo certamente menção também a guarda municipal, da a se entender que policial é algo frágil e sem educação, e agora cita nomes isso é um absurdo e desrespeito total a esses profissionais, que dão a sua vida para salvar a vida da sociedade.

Reinaldo Filho
Guarda Municipal de Maracás Bahia, com salario baixo mas com a honestidade alta.  
Postado por GUARDA MUNICIPAL DE MARACÁS às 13:26

País terá Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública


A ferramenta prevê um sistema de informação com dados atualizados de segurança pública e padronização do registro de ocorrências no Brasil

Daniella Jinkings, da 

Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr
Dilma
Osistema já está pronto e precisa ser aprovado pela presidente Dilma Rousseff
Brasília - O governo federal pretende lançar nos próximos meses o Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública. A ferramenta, anunciada em fevereiro pelo ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, prevê um sistema de informação com dados atualizados de segurança pública e padronização do registro de ocorrências no país.


A secretária acredita que o sistema só terá êxito se houver a cooperação dos estados. “Precisamos de parcerias qualitativas. Uma parceria que mude a vida do cidadão lá na ponta". Segundo ela, as estatísticas apresentadas internacionalmente apontam que o Brasil tem um índice de 50 mil homicídios por ano. “Isso é prejudicial para quem quer grandes eventos no país.”De acordo com a secretária nacional de Segurança Pública, Regina Miki, o sistema já está pronto, porém precisa ser aprovado pela presidente Dilma Rousseff. “Todas as medidas têm passado por ela [a presidente]. Estamos com tudo pronto, devemos submeter à presidente e tendo o aval dela, faremos o lançamento", disse à Agência Brasil.

Além do sistema de informações, o Ministério da Justiça está trabalhando na criação de um plano de combate ao alto índice de homicídios. O objetivo, segundo Regina Miki, é investir na capacitação da perícia, na investigação aprimorada de crimes e no combate à impunidade. “Sem dúvida, uma mola impulsora de crime é a pessoa saber que não tem punição”.
Entre as ações de segurança pública no país, o monitoramento das fronteiras é uma das prioridades da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp). De acordo com Regina Miki, um diagnóstico feito pelo Ministério da Justiça estima que houve aumento de 25% dos crimes de homicídio nas áreas de fronteira. “Já é um indício de que os crimes transnacionais têm reflexo no dia a dia do cidadão brasileiro. A taxa de homicídios em zonas que não fazem fronteira cresceu apenas 8%”, disse.
No último dia 8, o governo federal lançou um plano que pretende intensificar o patrulhamento nessas regiões. O Plano Estratégico de Fronteiras terá operações integradas e coordenadas pelos ministérios da Justiça e da Defesa.
Segundo a secretária, alguns estados fronteiriços não compreenderam a ação do governo federal e acharam que o plano foi lançado sem consulta prévia aos governos dos estados. “A realidade não foi essa. O que fizemos foram ações lançadas para que pudéssemos ter um diagnóstico mais preciso das fronteiras.”
A área de atuação do plano abrangerá mais de 2,3 milhões de quilômetros quadrados, o que equivale a 27% do território nacional. As ações cobrirão os principais pontos da linha de fronteira, cuja extensão é de 16.886 quilômetros. A faixa de fronteira brasileira se projeta por 150 quilômetros para dentro do território nacional, a partir da linha divisória com os dez países vizinhos, compreendendo 11 estados, 710 municípios e abrangendo uma população de 10,9 milhões de pessoas.

Guarda Municipal de Cajamar é atacada com seis tiros








PORTARIA DA SENASP N° 16 EM 27 DE MAIO DE 2011 PARA REGULAMENTAÇÃO DAS GUARDAS MUNICIPAIS EM TODO O TERRITÓRIO NACIONAL.

 
RESENHA / D.O. U / SEÇÕES: 1, 2, e 3 
       
EDIÇÃO Nº 121  –  SEGUNDA-FEIRA,  27  DE JUNHO DE 2011
 

SECRETARIA NACIONAL DE SEGURANÇA  PÚBLICA

PORTARIA Nº 16, DE 27 DE MAIO DE 2011(*)
A SECRETÁRIA NACIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA, no uso das atribuições legais que lhe são conferidas pelo Decreto nº 5.834/2006, art. 12, e CONSIDERANDO a competência da Secretaria Nacional de Segurança Pública na implementação do Sistema Único de Segurança Pública (SUSP), buscando fortalecer o pacto federativo entre as diferentes unidades federadas, no intuito de garantir segurança pública aos cidadãos e cidadãs brasileiros;CONSIDERANDO a competência da Secretaria Nacional de Segurança Pública elaborar propostas de regulamentação em assuntos de segurança pública, referentes ao setor público e ao setor privado;CONSIDERANDO que compete à Secretaria Nacional de Segurança Pública, estimular e propor aos órgãos estaduais e municipais a elaboração de planos e programas integrados de segurança pública, objetivando controlar ações de organizações criminosas ou fatores específicos geradores de criminalidade e violência, bem como estimular ações sociais de prevenção da violência e criminalidade;CONSIDERANDO que a Constituição Federal em seu art. 144, parágrafo 8º possibilita aos municípios a criação de Guardas Municipais, sendo estas regulamentadas por legislação;CONSIDERANDO a existência de aproximadamente 800 municípios que possuem Guarda Municipal, totalizando 85.000 profissionais;CONSIDERANDO a criação do Conselho Nacional dos Secretários e Gestores Municipais de Segurança, em 2009, com total apoio da Secretaria Nacional de Segurança Pública, que tem por objetivo desenvolver uma pauta específica dos municípios no campo da segurança pública, resolve:
Art. 1º – Instituir um Grupo de Trabalho para propor a regulamentação do parágrafo 8º, do artigo 144, da Constituição Federal, estabelecendo as competências de atuação dos profissionais das guardas municipais, no âmbito do Sistema Único de Segurança Pública, bem como propondo diretrizes para temas relacionados a atuação da Guarda Municipal.
Art. 2º – Designar para a Coordenação do Grupo de Trabalho a Secretária Nacional de Segurança Pública, Regina Maria Filomena de Luca Miki.
Art. 3º – Designar para o desenvolvimento dos trabalhos os seguintes membros: Alberto Kopittke, Diretor do Departamento de Políticas, Programas e Projetos; Cristina Gross Villanova, Coordenadora Geral de Ações de Prevenção em Segurança Pública; Cátia Simone Gonçalves Emanuelli, Coordenadora da Coordenação Geral de Ações de Prevenção em Segurança Pública/Senasp/MJ; e Marcello Barros de Oliveira, Coordenador Geral de Inteligência/Senasp/MJ.
Art. 4º – Designar como representante do Conselho Nacional dos Secretários e Gestores Municipais de Segurança Pública – CONSEMS, o Presidente e a Vice Presidentes Nacionais, Benedito Domingos Mariano e Maria do Amparo Araujo, como titular e suplente, respectivamente.
Art. 5º – Designar, como representantes das Guardas Municipais e para o desenvolvimento dos trabalhos os seguintes membros: Entidades: Presidente do Conselho Nacional das Guardas Municipais, Gilson Menezes, titular; e o Presidente do Sindicato das Guardas Municipais de São Paulo – Sindiguardas, Carlos Augusto Souza Silva, suplente; Região Nordeste: Jaques Ferreira Aguiar, da Guarda Municipal de Fortaleza, titular; Admilson José da Silva, Guarda Municipal de Paulista-PE, suplente; Região Sudeste: Joel Malta Sá, Comandante da Guarda Municipal de São Paulo, titular; Maurício Donizete Maciel, Comandante da Guarda Municipal de Varginha/MG, suplente; Região Centro Oeste: Rodrigo Alonso, Comandante da Guarda Municipal de Várzea Grande/MT, titular; Região Sul: Adriano André Sehn, da Guarda Municipal de São Leopoldo/RS, titular; Eversson Cadaval Madruga, da Guarda Municipal de Foz do Iguaçu/PR.
Parágrafo Único – Poderão ser convidados a participar dos trabalhos e debates do Grupo de Trabalho especialistas, representantes de outras instituições governamentais ou não-governamentais e representantes de outras Secretarias do Ministério da Justiça.
Art. 4º – O Grupo de Trabalho terá a seguinte competência:
I – Propor o marco regulatório das atribuições e competências das Guardas Municipais;
II – Definir os instrumentos técnicos para cadastramento e acompanhamento das Guardas Municipais;
III – Legitimar a Matriz Curricular Nacional para Formação de Guardas Municipais;
IV – Propor modelo de Corregedorias e Ouvidorias para as Guardas Municipais;
V – Propor políticas públicas voltadas à prevenção da violência e criminalidade, inseridas no Sistema Único de Segurança Pública – SUSP, em âmbito municipal;
VI – Propor modelos de plano de carreira, padrão de uniforme e equipamentos para as Guardas Municipais.
Art. 5º – A Secretaria Nacional de Segurança Pública dará apoio administrativo e executivo para o bom andamento dos trabalhos do Grupo de Trabalho.
Art. 6º – Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.
REGINA MARIA FILOMENA DE LUCA MIKI
(*) Republicada por ter saído no DOU nº 102, Seção 2, Pág. 35.do dia 30 de maio de 2011. com incorreções no original.

Prefeitura de Ribeirão Preto reativa subsede da Guarda Civil Municipal para atender cerca de 80 mil moradores da região Sudeste







A solenidade de reativação do posto, que recebeu uma série de melhorias, foi acompanhada pela prefeita de Ribeirão Preto, Dárcy Vera, pelo vice- prefeito Marinho Sampaio, André Luiz Tavares, superintendente da Guarda Municipal, secretários, vereadores, e diversas lideranças comunitárias dos cinco bairros que comemoraram a volta das atividades da subsede, já que a localidade tem sido alvo de muitos assaltos em residências.
“Estamos efetivando o projeto determinado pela prefeita, que descentraliza as ações e torna a guarda ainda mais próxima da comunidade”, diz André Tavares, superintendente da Guarda Municipal


De acordo com André Tavares, essa iniciativa atende a uma determinação da prefeita em promover uma guarda cidadã e próxima da comunidade. “Essa é nossa segunda base. A primeira já atende o distrito de Bonfim Paulista. Nossa função precípua é cuidar dos prédios públicos, mas a presença dos guardas municipais certamente já inibe a ação de criminosos e colabora para a manutenção da paz social. Para nós é muito bom atender a tantas solicitações para a volta do funcionamento da base dos Bancários”, explicou Tavares.
Ele destacou ainda que a base funcionará 24 horas revezando até 12 guardas. Temos uma boa estrutura para trabalhar, pois nesta região existem muitos equipamentos municipais, como postos de saúde, creches, escolas e centros comunitários”, emenda o superintendente da Guarda Municipal. A presidente da Associação dos Moradores dos Bancários, Maristela Bueno, disse que a comunidade estava feliz com a inauguração da base.


“Estamos vivendo um sonho. Agradeço a prefeita Dárcy Vera e o André Tavares, que tiveram um olhar social para o nosso bairro e região. Essa retomada nos dará mais tranqüilidade. Já perdemos a conta do quanto pedimos a volta da base da Guarda Municipal. Foram muitos e-mails, ofícios, audiências e a prefeita concretizou o que nos prometeu”, disse Maristela solicitando, na oportunidade, um espaço para alguma atividade que atenda os idosos da localidade. Outra representante da associação, Maria de Lourdes Vitta, acrescentou que essa era um dos maiores anseios dos Bancários.


Vivendo um sonho: Maristela Bueno, presidente da Associação dos Moradores do conjunto Roberto Benedetti:“ Estamos realizados. A administração teve um importante olhar social para nós”
“Sempre achamos que era possível retomar as atividades da base e sempre lutamos por isso. Hoje estamos muito contentes com atitude da administração”, emenda Vitta. O radialista Rene Andrade, liderança comunitária do Complexo Sudeste salientou: “Essa data será marcante para a história do bairro e da região Sudeste. A volta do funcionamento da base da guarda é uma felicidade. Há anos reivindicamos isso sem sucesso. Agora vamos parar de reclamar”.
Representando a Câmara Municipal, o vereadorBertinho Scandiuzzi acompanha essa reivindicação dos moradores do conjunto há anos. “Para mim é também um dia especial. O pedido tantas vezes ouvido virou realidade. Agradeço o comprometimento da prefeita com a segurança destes bairros. Também comemoro essa reativação”, disse o vereador.


O vice-prefeito Marinho Sampaio lembrou que os guardas municipais também desenvolvem importante trabalho em Bonfim Paulista. “A primeira base do projeto de descentralização dá bons resultados na área de segurança, pois leva tranqüilidade para moradores e comerciantes e aqui será assim”, avalia Marinho. A prefeita Dárcy Vera lembrou que recentemente recebeu as representantes da Associação de Moradores pedindo que a administração priorizasse a volta da subsede da Guarda Municipal.


“Essa data será marcante para a história do bairro e da região Sudeste”, diz o radialista e morador do São José, Renê Andrade

“Eu disse que faríamos isso e hoje estamos efetivando essa solicitação, que era tão esperada pela população desses bairros. A atuação da corporação vai beneficiar mais de 80 mil pessoas e será um auxílio ao cidadão como forma de estreitar o relacionamento entre a comunidade e a Guarda Municipal. Nossa intenção é realizar esse trabalho em outras regiões”, informou a prefeita.
Na oportunidade ela também comentou que esta abrindo mais de 9 mil novas vagas em escolas municipais e, por conta disso, precisará de mais guardas municipais. Por isso já autorizou a abertura de concurso público para este semestre. “Chamei todos os concursados. Coisa que não era feita há oito anos. E vou precisar de mais 45 guardas, daí a abertura do concurso para atender as nove escolas que vamos entregar” finalizou a prefeita, elogiando as lideranças comunitárias que tanto atuaram para a reabertura da sede a guarda no conjunto Roberto Benedetti.













A prefeita Dárcy Vera, o vice-prefeito Marinho Sampaio, André Tavares, superintendente da Guarda Municipal, autoridades e lideranças comunitárias descerram a placa da subsede dos Bancários













Efetivo da Guarda Municipal de Ribeirão Preto durante o evento de reativação da subsede













Instalações da sede da Guarda Municipal, nos Bancários
Iniciativa integra programa de descentralização da corporação e terá ronda cidadã durante 24 horas

Ronda cidadã e democrática: prefeita Dárcy Vera ao anunciar a volta das atividades 24 horas na sede da Guarda Civil Municipal no conjunto Roberto Benedetti
Segurança cidadã, ágil e descentralizada. Assim irá atuar o efetivo da Guarda Municipal de Ribeirão Preto, que retomou nesta quarta-feira, dia 22, as atividades na subsede da corporação que há mais de sete anos estava fechada, no Jardim Roberto Benedetti (Bancários), localizada na região Sudeste da cidade. O equipamento, que já está funcionando, terá uma viatura e cer ca de 12 guardas para atender também o Jardim Manoel Penna, São José, Recreio Anhanguera e Recreio das Acácias.

Fonte:http://amigosdaguardacivil.blogspot.com/2011/06/prefeitura-de-ribeirao-preto-reativa.html?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed%3A+AmigosDaGuardaCivil+%28AMIGOS+DA+GUARDA+CIVIL%29

quarta-feira, 29 de junho de 2011

GUARDA MUNICIPAL DE TUCANO REALIZA MONITORAMENTO INTERNO E EXTERNO DO ARRAIÁ DAS ÁGUAS QUENTES 2011














A sétima edição do Arraiá das Águas Quentes encerrou em clima pacífico, sem muitos conflitos, e sem furtos de carros, motos e outros objetos diversos. Este ano a Guarda Municipal de Tucano realizou a segurança do evento com um corpo efetivo de 40 agentes, entre homens e mulheres, que fizeram rondas dentro da área da festa, nas praças e ruas de Caldas do Jorro e Tucano. As situações-problema que aconteceram foram solucionadas via diálogo, uma forma eficaz e eficiente de ação.

Este ano a Guarda Municipal realizou, utilizando instrumentos como câmara digital profissional e binóculo infravermelho de amplo alcance, o monitoramento interno e externo da área de eventos de Caldas do Jorro. “Estando em um ponto estratégico, integrantes da Guarda Municipal poderiam visualizar o que estava ocorrendo dentro da festa, nas proximidades do palco, camarote, banheiros, bem como nas regiões limítrofes, a exemplo do estacionamento. Tudo isso permitia uma segurança mais rápida, pois ao detectarmos qualquer sinal de suspeita as guarnições eram acionadas”, informou o Bel. Antônio Gonçalves dos Santos, comandante da GMT.

Através dessa estratégia a Guarda Municipal pode no dia 24 de junho de 2011, por volta das 2 horas, avistar uma moto conduzida em alta velocidade por elemento desconhecido e tomar as medidas cabíveis. O indivíduo invadiu o espaço reservado para colocação de trailer e atropelou uma senhora, colidindo posteriormente com a trazeira de um veículo que passava na pista paralela a uma rua onde estavam as barracas e os transeuntes.

A Guarda Municipal de Tucano tem avançado nos últimos tempos em aspectos administrativos, operacionais e estratégicos, que visam garantir a tranquilidade dos munícipes e a proteção de bens, serviços e instalações do município. Esperamos que em 2012 os festejos juninos ocorram no mesmo clima de pacificidade e harmonia.

Guarda Municipal prende dupla acusada de roubo de carros

Uma pistola e dois veículos foram apreendidos.

Publicado em 28 de Junho de 2011, às 22h12min | Fernanda Deslandes  |  Fonte: CGN
Guardas municipais de São José dos Pinhais receberam uma denúncia de que um Renault Logan que foi roubado perto do Terminal Afonso Pena na quinta-feira estava trafegando na tarde desta terça na Vila Iná.
O veículo foi encontrado na garagem de uma casa, sem as placas. Através do chassi, uma equipe do serviço velado da Polícia Militar descobriu que se tratava realmente do carro roubado.
As placas deste carro e de outro veículo também roubado foram apreendidas dentro da residência. O dono da casa, Willian de Araújo, 20 anos, foi preso e confessou que roubou os carros na companhia de dois colegas.
A equipe da Guarda Municipal localizou, horas depois, Sérgio Vieira de Alvarenga Júnior, 23, que estava com uma pistola calibre 380, municiada. O outro carro roubado pela quadrilha, um Corsa, foi localizado em um estacionamento na região central.
Os presos, a arma e os veículos apreendidos foram encaminhados à Delegacia de São José dos Pinhais. A polícia acredita que, com a divulgação da prisão da dupla, outras vítimas de roubo compareçam à delegacia para reconhecê-los.

http://jornalnovafronteira.com.br/index2.php?p=MConteudo&i=3802

Guardas Municipais  e Produtores rurais de Luís Eduardo Magalhães recebem treinamento para formar Brigada Voluntária de Incêndio florestal

Guardas e Produtores rurais de Luís Eduardo Magalhães recebem treinamento para formar Brigada Voluntária de Incêndio florestal
Uma equipe de 26 pessoas, sendo composta por 13 guardas municipais, pequenos e grandes agricultores, dois servidores da Secretaria de Infraestrutura e a secretária de Meio Ambiente, de Luís Eduardo Magalhães, Fernanda Aguiar, estão recebendo um treinamento com foco na prevenção e combate a incêndios florestais, desde a última segunda-feira, 27.

Essas pessoas serão multiplicadoras dos conhecimentos recebidos e  poderão formar a brigada voluntária de incêndio florestal, no município. Como fazer o acero e abertura de linhas são algumas das técnicas  trabalhadas no curso.

Com aulas teóricas e práticas, o treinamento segue até sexta-feira, 01 de julho,  na sede do Centro de Treinamento do Sindicato Rural de LEM. “O objetivo é somar esforços para a prevenção, o combate e a orientação sobre os danos causados pelo fogo”, pontuou Fernanda Aguiar ao destacar que a iniciativa atende a uma solicitação da Prefeitura Municipal de LEM ao IBAMA – Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis.

De acordo com o instrutor do Prevfogo – Centro de Combate e Prevenção aos Incêndios Florestais,  do Ibama,  em Brasília,  Devalcino Francisco Araújo, o diferencial está na participação integrada, o que não tem sido comum nos outros locais onde já ministramos esse curso. Também há participação do instrutor Gabriel Zacarias. 

Participação

Entre os participantes estão agricultores do Assentamento Novo Paraná, Assentamento Rio de Ondas, Umburana, Agronol, grandes produtores rurais, e membros do Sindicato dos Produtores rurais de LEM.

terça-feira, 28 de junho de 2011

Movimento Nacional pela Regulamentação das Guardas Municipais – MNRV – Resumo Reunião ALESP – 08/06/2011

Autor: Wagner Pereira
Classe Distinta da Guarda Civil Metropolitana de SP
Bacharel em Direito pela Universidade São Francisco

No último dia 08 foi realizada na Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo – ALESP reunião do Movimento Nacional pela Regulamentação das Guardas Municipais – MNRGM, que contou com a presença de representantes das Guardas Municipais de Curitiba, Rio de Janeiro, Barueri, São Paulo e São Vicente, quando foram abordados temas polêmicos como a revisão da legislação sobre a concessão de armamento às Guardas Municipais e seus agentes, regras para ingresso na carreira e atribuições.


A criação de Guardas Municipais armadas está condicionada de forma ao atendimento dos requisitos previstos no Estatuto do Desarmamento, instituído pela Lei Federal nº 10.826/2003 e regulamentado pelo Decreto Federal nº 5.123/2004, porém requer novas discussões, pois não atende as necessidades de alguns municípios.


As condições para ingresso na carreira de Guarda Civil Metropolitana devem estar inicialmente vinculadas a aprovação de curso de formação instituído pela matriz curricular da Secretaria Nacional de Segurança Pública – SENASP, alem de ser consenso das Comissões Temáticas que o ideal que a escolaridade mínima exigida seja o ensino médio completo.

As atribuições devem ser tratadas com maior atenção para que se busque a definição objetiva para bens, serviços e instalações, evitando embates jurídicos desnecessários, encerrando eventuais dúvidas sobre as áreas de atuação das Guardas Municipais.

O Guarda Municipal Everson Camargo, da Guarda Municipal de Curitiba – Paraná, entregou moção de apoio da Câmara Municipal de Curitiba ao Movimento Nacional pela Regulamentação das Guardas Municipais – MNRGM

Durante a Reunião recebemos visita e apoio do Deputado Estadual José Mentor, dos Partidos dos Trabalhadores, que prestigiou os trabalhos das Comissões Temáticas e destacou a importância das Guardas Municipais para a segurança pública.

Guarda Municipal recebe 500 armas da Polícia Civil - PMC

 

TV Prefeitura

Guarda Municipal recebe 500 armas da Polícia Civil

segunda-feira, 27 de junho de 2011 às

Guardas Municipais são reconhecidos pela ONU como policiais que promovem proteção às pessoas.




Inspetor Bazzana e Professor Jarim


A IPA (International Police Association) é um órgão de intercâmbios de policiais do mundo inteiro, onde podem se conhecer e se inter relacionar tanto em serviço (cursos, seminários, congressos, estágios e intercâmbios policiais) como nas folgas (passar férias em algum país que é filiado a IPA no mundo). Nos dois casos os policiais ficam hospedados em quartéis de polícia ou nas residências de policiais filiados.
A IPA é um órgão ligado a ONU (Organização das Nações Unidas) e para se filiar a IPA no Brasil, basta ser policial federal,rodoviário federalferroviário federal ou Guarda Municipal. Como a IPA é ligada a ONU, para as Nações Unidas as polícias de população são polícias civis, pois polícias militares são polícias de forças armadas (exército, marinha e aeronáutica), não são reconhecidas como polícia de segurança de população, por este motivo, policiais militares NÃO podem se filiar a IPA. Esse entendimento é fruto de acordo internacional promovido pela Organização das Nações Unidas.
Segundo o Professor Jarim só existem 4 paises que ainda mantém Polícias Militares com atuação na segurança das pessoas: Brasil, Somália, Vietinã e Gabão (Os três últimos não são filiados à ONU)
A Associação dos Inspetores esteve presente na IPA com o presidente da seção São Paulo, Professor Jarim Lopes Roseira, em um clima amistoso de troca de informações, para futuros intercâmbios e maior aproximação entre as duas entidades de classe (IPA e Associação de Inspetores).

O que é IPA? 

IPA - INTERNATIONAL POLICE ASSOCIATION (Associação Internacional de Polícia) é uma das mais interessantes e únicas organizações sociais do mundo. Esta organização fraternal é dedicada a "unir em serviço e amizade todos os membros, ativos ou aposentados, no trabalho de cumprimento da Lei ao redor do mundo". A IPA luta para elevar a imagem da Polícia em seus países membros, e para facilitar a cooperação internacional através de contatos amigáveis entre policiais de todos os continentes. 
Seu quadro de membros excede a 310 mil em 59 países e continua aumentando. O ingresso é aberto a qualquer policial civil dedicado ao cumprimento da Lei, ativo ou aposentado, que preencha os requisitos exigidos pela Seção Nacional da IPA no Brasil. O acesso é oferecido sem considerações de hierarquia, raça, gênero, cor, religião ou opção política.
A IPA foi constituída originalmente pelo Sargento Arthur Troop, da New Scotland Yard, na Inglaterra em 1950. Começou com o sonho de um homem de ter todos os policiais reunidos por intermédio da amizade. Isto é demonstrado pelo lema da Associação "Servo per Amikeco", que, em idioma esperanto, significa "Servir pela Amizade".
A IPA cria uma oportunidade para intercâmbio e contatos em níveis local, regional e internacional. É uma grande organização para seus membros e suas famílias que desejem viajar para qualquer lugar do mundo.--Associação de Inspetores - Unindo os Oficiais da GCM/SP.